segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Livro com receitas para as crianças

Olá amigos!

Continuando com o assunto criança na cozinha, o blog está divulgando um livro digital que contém receitas e outras informações relativas a culinária para as crianças. 

Achei bem interessante e baixei para a Giulia.

O livro se chama “Culinária - Receitas que as crianças gostam de fazer e comer”
e foi escrito pelas autoras Claudia Braga e Mari Ramos.

O livro é em .pdf e pode ser solicitado pelo casaeletrica@casaeletrica.art.br, após o envio do e-mail você receberá um link para o download gratuito. 

Outros trabalhos da Casa Elétrica você pode conhecer no site http://casaeletrica.art.br/site/            

Até a próxima! 

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Uma fritura de vez em quando não faz mal... Farinha PANKO.

Olá amigos,

Cuidar da saúde requer alguns cuidados com a alimentação. Não exagerar no açúcar, por exemplo, ajuda a evitar alguns problemas como diabetes. Não exagerar nas frituras ajuda a evitar o consumo grande de gordura, através do óleo que é utilizado, evitando entupimento de veias e artérias, aumento de peso entre outras consequencias.
Hoje vamos dar uma dica que vem da cozinha asiática (sobretudo no Japão) e que permite fritura porém com uma absorção menor de gordura.
Sim, isto é possível! E o segredo é a farinha PANKO. Ela é um tipo de farinha de rosca e serve para empanar alimentos. Um dos grandes benefícios é que não absorve tanta gordura, além de manter o sabor do que está sendo preparado e a crocância é incrível!
Cai bem com carnes brancas, camarões, carnes vermelhas, legumes, enfim, tudo o que a imaginação permitir!

E o Blog foi experimentar a PANKO. Olha só:

Ingredientes:

1 pacote de farinha PANKO (quase metade do pacote fica para uma próxima utilização!)
400 gramas de peito de frango sem pele e sem osso em fatias finas
400 gramas de filezinho de carne suína em fatias finas
2 ovos batidos
1 1/2 de Farinha de trigo
Óleo para fritura

O processo é bem simples: cada pedaço de carne deve ser passado na farinha de trigo, depois no ovo (deixar escorrer o excesso) e por último na farinha PANKO, deixando descansar por alguns minutos.


Enquanto isso aquecer o óleo (eu utilizei óleo de girassol) em uma panela ou frigideira um pouco funda, para evitar que fique saltando muita gordura.


Deixar no óleo até dourar dos dois lados, o segredo é cortar a carne fina evitando que fique crua por dentro, sem deixar a PANKO ficar muito escura.

Depois de pronto, deixar esfriar e escorrer em papel toalha.
Se quiser acompanhar com molho Tarê, Barbecue ou a base de Ketchup (molho rosé), fica melhor ainda o sabor!
Receita rápida e fácil de fazer, chegou aquela visita e te pegou despreparado(a)?
Carnes ou legumes, farinha PANKO e uma cervejinha, está pronto o happy hour.

Faça o teste e depois comente como ficou!

A farinha PANKO você encontra no Mercado Público e em vários supermercados  de Porto Alegre.

Até a próxima!

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Férias!!! E a criançada pode se divertir sim, na cozinha!!!! Biscoitos da Vó Loy

Olá amigos!

Chegou o período de férias escolares.... e a pergunta que muitos pais fazem: o que fazer para as crianças aproveitarem o seu tempo? principalmente dias chuvosos e horários impróprios (devido ao sol) para piscina ou praia? Bem, tem várias ideias boas, criativas, mas particularmente acredito que existe uma atividade que, além de divertida, pode ser instrutiva: ir para a cozinha aprender culinária com receitas fáceis!!!
Sim, a culinária além de ser um passatempo muito interessante ajuda a criança a desenvolver autonomia e  criatividade, gosto por temperos, frutas, verduras, receitas diferentes, enfim, estimula os sentidos e isso acaba refletindo nos seus próximos anos de vida.
Lá em casa temos uma garotinha de 8 anos que já se vira em algumas coisas: faz ovo mole de micro-ondas, corta cebola, faz almôndegas, bem, aqui já temos assuntos para outras postagens.....
Vamos apresentar hoje uma receita de biscoitos caseiros, receita da vó Loy, que a Giulia testou e aprovou fazendo lá em casa:

Ingredientes:

3 xícaras de açúcar
200 gramas de manteiga sem sal
5 ovos
1 colher de sal amoníaco
1 xícara de leite
1 kg. e 200 gr. de farinha


Modo de preparo:

Colocar em uma tigela o açúcar, a manteiga ( deixar em temperatura ambiente para uso), o sal amoníaco e o  leite após ferver (colocar o leite devagar para que não exale um cheiro muito forte do sal amoníaco). Bater os ovos em separado e ir acrescentando aos poucos nesta tigela. Também acrescentar a farinha e ir misturando tudo até que a mistura que vai se formando fique molinha, mas soltando das mãos. Após misturar bem, deixar descansar por alguns minutos.

Pré aqueça o forno a 180 graus e escolha as formas a serem usadas e unte com farinha.
Tudo pronto vamos preparar os biscoitos: Com um rolo de macarrão abrir a massa em uma mesa (pode ser uma pedra como a da foto acima) e deixar a massa fina e uniforme.
Para fazer os biscoitos pode-se utilizar forminhas de vários modelos. Na falta destas formas uma xícara de cafezinho pode ajudar, ou então coloque a imaginação para funcionar fazendo letras do alfabeto, conchas do mar, etc!!!!

 
 
  Biscoitos prontos hora de ir para o forno!
 Um toque refinado e gostoso para os biscoitos é feito com uma calda com os seguintes ingredientes:

3 xícaras de açúcar
3 xícaras de agua
Cravo
Canela

Ferver até o ponto de fio, após retirar do fogo e passar nas bolachas ainda quentes. 
Retirando a canela dos ingredientes temos uma calda mais clara, podemos ver nas fotos abaixo esta diferença!
Pronto, agora é só deixar esfriar e guardar para os momentos de lanche!

Detalhe importante: um adulto deve acompanhar pois utilizamos forno e fogão durante a receita. E também dar dicas que facilitem o entendimento dos pequenos.

Boa diversão!!!

Até a próxima!!!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

O-Toro Sushi - fui sorteado e ganhei desconto!!

Olá amigos,

Já apresentei para vocês o O-Toro Sushi (http://www.otorosushi.com.br/),  uma ótima pedida de comida japonesa no centro de Porto Alegre, inclusive com entrevista (http://panelafornoeamigos.blogspot.com.br/2016/07/o-toro-sushi-mais-opcao-de-culinaria.html). 
Neste final de ano os proprietários inovaram e fizeram promoções de vale presente no valor de R$ 40,00  nas semanas de dezembro.
Em uma delas fui sorteado e levei a família para aproveitar e a nossa amiga Jaqueline para conhecer!!
O cardápio e a qualidade dos pratos está cada vez melhor.
Os proprietários Fernanda e Gigio estão de parabéns!
Não conhece ainda? apareça lá!
Rua dos Andradas, 1444 - loja 23 - Galeria Chaves - Subsolo

Acompanhem o momento.....

Devidamente informado via Facebook
 

Lugar reservado

Recebendo meu vale presente.....
















  Meu vale presente utilizei para um Combinado de sushi e sashimi, com temaki filadélfia acompanhando.....
 

De sobremesa (kkkkk, confesso, não precisava, estava satisfeito), um temaki skin - aliás, digno de uma postagem a parte este temaki skin! Muito bom!

 Vale destaque o Combinado Kaiseki (que foi o pedido das mulheres), com espetinho de camarão empanado com tarê de leite de coco e  que divide as atenções com o uramaki shake furai, com um delicioso toque de limão (sim, eu experimentei da esposa....era necessário para colocar a informação aqui no Blog.....)
 

Iniciando 2017 - O Blog continua sim!!!

Olá amigos,
Calma, sei que demorou, mas estamos aqui! firmes e fortes!!!!
E vamos iniciar 2017 com várias novidades.
Existem momentos em que precisamos repensar, curtir a família, conhecer receitas novas, lugares, viajar, passar por momentos bons, momentos complicados, enfim, isto tudo é o fantástico ciclo da vida!!!!

Este período afastado (última postagem em meados de outubro, pareceu mais!) rendeu e teremos muitas novidades nas próximas postagens.

Não percam!


São 365 oportunidades de fazer café da manhã, lanche, almoço ou jantar que sejam inesquecíveis..

Feliz 2017, se faltar dinheiro que não falte saúde, paz, alegria e boas receitas!!!

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Pausa na cozinha: reflexão sobre oportunidades de negócios!

Olá leitores!
A ideia hoje é apresentar um "case" de sucesso de como aproveitar oportunidades.  
Lembro como se fosse hoje. 
No Mercado Público, em um espaço pequeno na entrada do Armazém Japesca, um sushiman (que até hoje permanece ligado a Japesca, o Marcelo) começou a fazer temakis, inicialmente nos sabores  salmão e filadélfia. Pelos meus cálculos, mais ou menos sete anos atrás, não tenho bem certeza, fui um dos primeiros clientes a comprar para lanche e almoço e também para levar para casa (falo desta época pois a Giulia com um ano e meio para dois já comia temaki e adorava!).
Na minha opinião, foi  uma dos principais movimentos ou "pontapé inicial" para a expansão da comida japonesa, principalmente dos pratos com o peixe cru, que notadamente aconteceu em Porto Alegre.
E a grande sacada da Japesca foi trabalhar com o insumo que é sua matéria-prima principal: o peixe e demais frutos do mar! Sim, pois se você comercializa grandes quantidades de peixe, a preços mais baixos, acaba tornando seus pratos mais acessíveis para venda. O preço do temaki neste início era R$ 5,00, um valor de alto apelo popular, justamente o que alavancou as vendas e o crescimento da rede. Neste período inicial eram constantes as filas no horário de almoço, o ideal era sempre tentar ir antes ou depois.
Claro, aquele espaço no Armazém Japesca ficou pequeno, não comportou mais  A partir daí surgiu uma rede composta hoje por 12 unidades em Porto Alegre, sendo uma unidade apenas de tele entrega, uma unidade móvel e lojas em vários pontos da cidade. A 13ª. unidade já pode ser encontrada em Canoas.
Se quiseres conhecer mais sobre o Grupo Japesca, sua história, acesse: http://www.japesca.com.br/
Como sempre disse aqui no Blog, acredito que a gastronomia e a culinária são não feitos apenas de receitas, são feitas de amor pelo que se faz, pela qualidade com que se faz, pelas oportunidades que são aproveitadas, enfim, este texto sobre a Japesca ilustra um pouco isso, apostar em um mercado tendo a matéria-prima disponível e crescer através do marketing e da divulgação e expansão da rede.
Quem sabe uma ótima oportunidade esteja muito próxima do seu negócio e pronta para o sucesso?
As vezes não adianta ter a matéria-prima ou ter a ideia, o necessário é ter a capacidade de unir de forma sólida e consistente estas duas perspectivas, o que pode ser o sinônimo de satisfação pessoal e resultados profissionais.
Até a próxima!

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

6 meses do Blog e churrasco no acampamento farroupilha

Boa noite, pessoal!
Nesta semana tivemos dois momentos muito legais.
Primeiro, no dia 20 de setembro celebramos, além do dia do Gaúcho, a Revolução Farroupilha. Até hoje se discute  se existe motivo para se comemorar tal data, principalmente por que alguns estudiosos entendem ter sido um movimento restrito a interesses de grandes estancieiros, outros entendem ter sido sim um dos maiores atos de rebeldia e inconformismo com o governo imperial do Brasil na época. Convido a quem quiser saber mais procurar na literatura sobre a Revolução Farroupilha e as várias facetas e análises dos autores que escreveram sobre o tema. Aqui queremos destacar a festa que ocorre nas cidades do Rio Grande do Sul, em especial no acampamento que é montado em Porto Alegre entre os dias 07 e 20 de setembro e que reune centros tradicionalistas, empresas, órgãos públicos e sindicatos em piquetes (são galpões de madeira erguidos em pleno parque, onde as pessoas recebem seus visitantes e mantem viva a "chama" das tradições gaúchas), onde se pode degustar churrasco e outras comidas tipicas.
Ficou curioso?
Dê uma olhada no site http://www.semanafarroupilha.com.br/ e se prepare para participar em 2017!

O segundo motivo de alegria é que no dia 23 de setembro comemoramos 6 meses de vida do Blog!!!  Lá em abril deste ano decidi que o Panela, Forno & Amigos voltaria para ficar, que seria um passatempo muito especial para retratar receitas, momentos, dicas, enfim, tudo relacionado a culinária e a gastronomia. E acredito que esteja conseguindo realizar o meu sonho e trazer informações relevantes a pessoas que talvez eu nem conheça, mas que escutam falar ou procuram na internet sobre o assunto. Obrigado a todos e que Deus possa permitir que eu continue a apresentar coisas legais e novidades para vocês, através do Blog e também de nossa página no Facebook.

Para celebrar estes dois momentos apresento para vocês fotos de um churrasco que assei no acampamento, mais precisamente no piquete Amigos da Fronteira, com colegas dos Correios, no dia 14 de setembro. Em uma das fotos o colega Maicon, que deu um apoio para garantir a qualidade e o ponto certo das carnes.

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Gengibre em conserva - aprenda a fazer!

Olá caros leitores!

Hoje vou apresentar para vocês uma receita bem simples, gengibre em conserva. O gengibre é um famoso rizoma (faltou nesta aula de biologia? kkk, rizoma são tipos de plantas com caule subterrâneo) muito utilizado na culinária japonesa, peruana, marroquina, enfim, o gengibre tem um sabor bem marcante e com vários benefícios para a saúde.
Antes de apresentar a receita e as fotos do passo-a-passo, vamos a pouquinho de história: o gengibre tem sua origem na ilha de Java, mas também existem literaturas que colocam a Índia e a China como outras prováveis origens. O certo é que através das Cruzadas esta especiaria chegou até a Europa e daí se disseminou por outros países.
Também quero destacar os benefícios do gengibre para o nosso organismo, acredito que não se tenha ideia do bem que pode trazer..
Vamos citar alguns:
- Auxilia na perda de peso;
- Tratamento de azia e gases intestinais;
- Atua como antioxidante e anti-inflamatório;
- Tratamento de náuseas, vômitos e auxiliar;
- Prevenção de alguns tipos de câncer;
- Aumento da libido;
- Prevenção de doenças cardiovasculares;
- Acelera o metabolismo;
- Tratamento de infecções e inflamações na garganta;
Se pesquisarmos na literatura, acharemos mais vantagens. Cabe o alerta de que existem algumas restrições para consumo, para portadores de algumas enfermidades, pois pode ocorrer taquicardia, insônia, hipoglicemia, etc. Se for o seu caso, procure um médico antes de utilizar o gengibre na sua alimentação.

O consumo do gengibre pode ser feito através de chás, sucos, cru, ralado, como tempero, etc. Vamos nos deter hoje na receita do gengibre em conserva, que é um acompanhamento para pratos japoneses, principalmente de pratos com peixe cru e que neste caso serve para "limpar" seu paladar, quando se muda de um peixe para outro, para o sabor não se confundir e não se misturar.
Aqui em casa utilizo como tempero para saladas (em substituição ao sal) e também como acompanhamento para carnes e massas.

Então, vamos para a receita?

Ingredientes:
600 gramas de gengibre;
1 xícara e meia de açucar;
1 xícara e meia de vinagre;
1 colher de chá de sal;
Descascar o gengibre e depois cortá-lo em fatias finas.
Colocar em uma panela com água e levar ao fogo, quando levantar fervura deixar ferver por dois minutos.

Escorrer e separar.
Em outra panela colocar o açúcar, o vinagre e o sal deixando ferver o vinagre. (Nesta parte vale ressaltar algumas dicas: se você quiser deixar o caldo mais ou menos doce, mais ou menos ácido, é só ir acertando a quantidade do açúcar (talvez precise colocar um pouco mais do que o previsto inicialmente), deixando também o vinagre ferver um pouco mais. Através da fervura do vinagre você também pode determinar se o caldo vai ficar mais liquido ou mais grosso, podendo chegar quase a uma calda, conforme a sua preferência. Mas não deixe passar demais pois o liquido é importante para dar o  sabor ao gengibre e precisa "tapar" os pedaços no recipiente que for utilizado).

Quando chegar no ponto e sabor desejado apagar o fogo. Deixar o caldo esfriar.
Colocar o gengibre em um recipiente de vidro, colocando por cima o líquido.
Deixe descansar por dois dias e depois é só consumir.
Dura bastante tempo na geladeira, aqui emc asa não dura mais que um mês e meio.... o pessoal gosta muito!!!
Dica: para pessoas com controle dos niveis de glicose, a idéia é colocar adoçante em pó ou liquido em substituição ao açúcar, sendo necessário achar a quantidade certa para garantir que o gengibre fique um pouco doce.
Bem, chegamos ao final de mais uma vez postagem de nosso Blog, espero que vocês tenham gostado e, o mais importante, tentem fazer a receita na sua casa.

Alguns sites com informações bacanas sobre o gengibre caso queiram conhecer um pouco mais:
Até a próxima!!!

domingo, 4 de setembro de 2016

Sobrecoxas refogadas com legumes salteados

Boa noite, pessoal!
Sexta foi dia de rever nossos compadres, Daiana e Gilberto e seus filhos Alaxandre, Alice, Davi e Verônica. O Gilberto também se vira na cozinha, já trabalhou no Dado, enfim, faz uns pratos bem legais!
Fizemos (na verdade, ele fez, pois alguém tinha que servir de apresentador e mediador junto ao chef....) sobrecoxas refogadas com legumes salteados.
Com direito a transmissão ao vivo via página do Facebook.
Não conseguiu assistir?
Te damos uma colher de chá: os links abaixo direcionam para os vídeos de nossa página Panela, Forno & Amigos no Facebook, acompanhe lá como fazer, um prato leve, com uma mistura incriveis de sabores pois utilizamos cebola, pimentão, curry, etc.
Assista aí e tire suas conclusões, se der água na boca corra para a cozinha e copie, sem culpa!
1)
2)
3)

Ingredientes: sobrecoxas sem osso e sem pele, cebola, pimentão verde, vagem, abobrinha, berinjela, brocolis, cenoura, salsinha, sal a gosto, curry (uma colher de chá). 
As quantidades a serem utilizadas dependem muito da quantidade de pessoas, como estavamos em 4 adultos e cinco crianças, preparamos uma boa quantidade de cada um dos legumes, sendo que de sobrecoxas utilizamos duas bandeijas.
Além do prato, que ficou muito bom, lembramos de uma paella com frutos do mar, que degustamos em 2013 e que vamos repetir pois na época não tinha o Blog..... e o que é bom tem que aparecer por aqui!!!!
Até a próxima!

domingo, 28 de agosto de 2016

A lasanha vencedora saiu do papel....

Alô prezados leitores, tudo bem?
Demorou um pouco mas saiu! a lasanha de cebola na manteiga e alho e óleo ficou pronta! É, para alguns leitores foi uma surpresa pois disse que iria criar, mas na verdade me referia a receita, pois não procurei receita sobre a mesma, queria inventar a lasanha que ficasse boa, saborosa e que pudesse ser copiada facilmente.

Então vamos aos ingredientes:
- 1 pacote de massa para lasanha (no prato que fiz acabou sobrando massa, usei um prato quadrangular médio);
- 1 cebola grande e 1 média;
- 12 dentes de alho cortados em lâminas;
- 400 gramas de mussarela (usar um ralador para deixar estilo pizza, não usei fatiado);
- 1 pacote de molho branco (daqueles prontos mesmo, pois achei que a lasanha ficaria muito seca); 
- 1/4 de manteiga de tablete;
- Azeite de oliva;
- Sal (principalmente para a cebola, pois usei manteiga sem sal - mas o sal deve ser sem exageros!).


Comecei preparando a cebola na frigideira com a manteiga e uma pitada de sal:

Depois, na mesma frigideira, preparei o alho, não deixando fritar demais para não queimar, coloquei uma pitada de cebolinha verde e depois de apagar o fogo um pouco de azeite de oliva:

Depois esquentei o molho de pacote:

Próximo passo foi montar a lasanha, mesclando, massa, molho, queijo e alternando entre uma camada de cebola e outra de alho:
Nesta fase da montagem contei com uma auxiliar muito especial para registrar umas fotos: a Giulia!
 
 

Depois, foi para o forno (150 graus) por uns 20/25 minutos.
Na verdade o segredo é experimentar cim um garfo, se o garfo perfurar a massa sem dificuldades está no ponto.
Aí está, a lasanha vencedora!
Registrei em nossa página do Facebook dois videos depois da lasanha pronta, caso não tenham visto seguem os links abaixo:
https://www.facebook.com/panelafornoeamigos/videos/vb.1156118714438231/1250837258299709/?type=2&theater

https://www.facebook.com/panelafornoeamigos/videos/vb.1156118714438231/1250839521632816/?type=2&theater


A minha avaliação foi que o desafio valeu, podia ter sido escolhida qual um dos sabores e a montagem e definição do que usar seriam semelhantes. Porém, confesso que achei um pouco gordurosa, a gordura da manteiga, a gordura do azeite de oliva e a gordura do queijo quando derrete deixaram a lasanha um pouco "pesada", o que compensou foi o recheio, bem leve e com sabor muito bom pela mistura dos ingredientes. Talvez em uma próxima lasanha com o mesmo sabor diminuiria as quantidades de óleo e manteiga.
Sou um fã de lasanha, talvez a descendência italiana ajude neste sentido, mas prefiro lasanhas caseiras, as lasanhas servidas em restaurante, principalmente em buffets, acabam ficando ressecadas e com aspecto de estarem mais pesadas que o normal. O segredo, aprendido com minha mãe, é fazer o molho com bastante liquido, pois o liquido ajuda a assar sem queimar e faz com que fique macia e mais leve.
Até a próxima!

terça-feira, 9 de agosto de 2016

A lasanha vencedora!

Boa tarde, queridos leitores do Blog!

Fim da pesquisa! já temos lasanha vencedora!
Lasanha de cebola na manteiga e alho e óleo!


Bem light!!!! kkkkk!

Foram 23 votos:

Lasanha de cebola na manteiga e alho e óleo
  6 (35%)
 
Lasanha de pesto de manjericão e alecrim com brócolis
  5 (29%)
 
Lasanha festival de queijos
  4 (23%)
 
Lasanha de calabresa e bacon
  3 (17%)
 
Lasanha vegetariana - legumes em geral
                          1 (5%)
 


Então tá! lasanha vencedora, agora é arregaçar as mangas e criar!!!!

Claro, tudo devidamente registrado e apresentado aqui no Blog!!

Aguardem!!!!!!

segunda-feira, 25 de julho de 2016

O-toro Sushi - A mais nova opção de culinária japonesa no centro de Porto Alegre

Olá amigos!
Tem novidade no centro? tem o Blog conferindo.
Ainda mais sendo comida japonesa, do qual tenho um apreço muito grande. 
Mas, além disso, este novo restaurante nos fez reencontrar um profissional da área de atendimento que faz a diferença. O nome dele? Arthur. Ou Tuio, para os amigos....Pois bem, o Tuio é um daqueles profissionais que vestem a "camiseta", conhecemos ele e outros (Patrick, André, Wagner, Léo, Rafa, Kauê, etc.) de excelente nível de profissionalismo em outro restaurante, o Hadouken (que não demora também será assunto no Blog). Além de toda cortesia, preocupação e atendimento, me chamou muito a atenção a preocupação dele de atender bem também minha filha. Só quem tem filhos sabe como é difícil, em alguns locais e em determinados momentos, a criança entender a situação e colaborar com os pais, fazendo com que a refeição seja tranquila. A criança quer brincar, a criança quer atenção.
E refletindo sobre isto completo dizendo que cortesia, empatia e atendimento de qualidade está ficando cada vez mais raro hoje em dia, não só em estabelecimentos gastronômicos como em outros estabelecimentos comerciais. E as vezes os negócios vão de mal a pior e os proprietários não se dão conta....
Feito este importante registro voltamos ao tema central de hoje: O-toro Sushi. Os proprietários, Fernanda e Giovani, mesmo em tempos de crise e de incerteza, resolveram apostar em um cardápio bem variado, interessante, bem planejado e que atende a todos os gostos, do peixe cru ao prato quente.
E apostam também no bom atendimento, no cuidado com os detalhes, no bem servir.
Um destaque interessante é um combinado de mini-temakis, a Giulia adorou!!!!
Mas não é só isso, tem muito mais. Fizemos uma entrevista com os proprietários, acompanhem abaixo: 

BLOG: Como surgiu a idéia de inaugurar o O-toro?
ENTREVISTADO: O O-toro Sushi surgiu de um sonho e da união das forças de um sushiman (Giovani Petter) e de uma administradora de empresas (Fernanda Sanhudo) em criar seu próprio negócio. Ele, sushiman a mais de 15 anos, já passou por todas as etapas de um restaurante, desde atendimento, cozinha e gerência. Ela, gerente comercial a 11 anos e formada em administração de empresas. Juntos conseguiram erguer o tão sonhado O-toro Sushi. 
BLOG: Como é trabalhar em um estado em que a carne vermelha é o produto mais consumido?
ENTREVISTADO: Assim como no mundo todo, o sushi está em ascensão e aqui no sul não podia ser diferente. Apesar de termos uma cultura carnívora, os gaúchos estão cada vez mais se adaptando a essa culinária. Além de mais saudável e nutritiva, é uma alimentação leve e de fácil digestão, motivo pelo qual está ficando em primeiro lugar como opção para vários gaúchos. 
BLOG: A comida japonesa e asiática veio para ficar em nosso estado ou vocês entendem que é um modismo?
ENTREVISTADO: Geralmente moda não dura mais de 1 ano e o sushi já está no estado há algumas décadas. Como citado anteriormente, em ascensão. Acreditamos que ele veio para ficar.

BLOG: Voltando ao O-toro, quando foi inaugurada a casa?
ENTREVISTADO: A casa foi inaugurada em 26 de abril de 2016. No dia de abertura contamos com a presença de alguns familiares e principalmente de clientes que nunca vimos antes, o que nos deixou muito felizes, pois fizemos apenas uma pequena divulgação no facebook e uma faixa em frente ao restaurante em reforma anunciando a nossa chegada.

BLOG: Neste período quais os pratos que merecem destaque e os mais pedidos?
ENTREVISTADO: Apesar do pouco tempo de portas abertas, praticamente todo o nosso cardápio já foi consumido. Os pratos mais queridinhos dos nossos clientes são: combinado de sushi Tatame 1, Combinado de sushi e sashimi Sakura, além dos mini temakis que estão fazendo o maior sucesso. Também temos pratos quentes para quem quiser variar um pouco ou para trazer o acompanhante que não é adepto a culinária. Por fim, espantosamente, o sushi que está mais impressionando os clientes é o niguiri skin especial de crocância e sabor inigualáveis. Vale a pena experimentar.

BLOG: Alguma promoção sendo realizada?
ENTREVISTADO: Estamos com promoção em alguns sites de compras coletivas, além de combinados da casa com preços especiais. Temos também o cartão fidelidade que dá desconto progressivo (5%, 10%, 15% e 20%) conforme o número de vezes que o cliente retorna em um mês.

BLOG: Pedimos sempre aos nossos entrevistados que apresentem uma receita para nossos leitores:
ENTREVISTADO: Hot Tofuqueijo tofu (queijo de soja) temperado com togarashi e hondashi servido com molho tataki (molho a base de limão, shoyu, tarê, alho e cebolinha).
Modo de preparo: Cortar o tofu em formato de dominó e temperá-los com togarashi e hondashi. Mergulhá-los em ovo batido, logo após empanar em farinha pankô e fritar em óleo bem quente até dourar.
Molho tataki: Espremer um limão em um recipiente e adicionar shoyu e tarê na mesma proporção do suco de limão. Adicionar cebolinha picada e alho triturado a gosto.
 


BLOG: Obrigado pela participação em nosso Blog e fiquem a vontade para uma mensagem aos nossos leitores:
ENTREVISTADO: Prezamos pela qualidade do alimento que servimos, pois é o que faz a diferença para o consumidor ter a melhor experiência possível. Sushi fresco é sushi feito na hora, levamos a sério a culinária. Além disso, procuramos dar sempre um atendimento caloroso em um ambiente aconchegante para completar ainda mais a satisfação do cliente.
Fuja do centro no centro, venha conhecer o O-toro Sushi!
Algumas fotos de nossa experiência no O-toro:
                  
Mini-temakis!!!! Olha quem curtiu muito!!!                                                                                                             


      
Uma ótima opção, quem ainda não conhece, Galeria Chaves, loja 23 (Andradas 1438).
E claro, quando aparecerem digam que viram  no blog Panela Forno e Amigos, hein?
Ah, e tem delivery no centro! 
Até a próxima!!!